Media  |
Fale  |

Filmes
Campo dos Sonhos

E se pudéssemos tornar realidade os nossos sonhos mais difíceis? Ou se tivéssemos a oportunidade de tornar realidade, por mais breve que fosse, um antigo sonho? Esse é o propósito deste belíssimo filme chamado “Campo dos Sonhos (Field of Dreams) de 1989, sob direção de Phil Alden Robinson e com um sensacional elenco: Kevin Costner como o fazendeiro Ray Kinsella, Amy Madigan como a sua esposa Annie, Ray Liotta como o legendário “Shoeless” Joe Jackson, além de James Earl Jones como o escritor Terence Mann e Burt Lancaster como o doutor Graham.
FICHA

"Campo dos Sonhos"
Título original:
"Field of Dreams"
EUA, 1989, 107 minutos.

Elenco:
Kevin Costner -
Ray Kinsella
Amy Madigan –
Annie
Gaby Hoffmann –
Karin
Ray Liotta -
"Shoeless" Joe Jackson
James Earl Jones -
Terence Mann
Burt Lancaster -
Archibald "Moonlight" Graham
Dwier Brown -
John Kinsella

Diretor:
Phil Alden Robinson
Escritores:
W.P. Kinsella (livro "Shoeless Joe") e Phil Alden Robinson
Produtores:
Brian E. Frankish, Charles Gordon, Lawrence Gordon e Lloyd Levin
Música:
James Horner
Diretor de Fotografia:
John Lindley
Edição:
Ian Crafford
Diretor de Arte:
Leslie McDonald

Distribuidora: Panavision
Gênero: Drama, Ficção

Este emocionante filme nos conta a história do fazendeiro de Iowa Ray Kinsella, que possui um enorme milharal de onde tira o sustento para a sua família. Um certo dia ele começa a ouvir vozes que lhe dizem: “Se você construir, ele virá”. Isto o deixa atordoado e, então, começa uma busca pelo significado dessas palavras. Após achar que descobriu o significado e depois de conquistar o apoio de sua esposa Annie, começa a louca construção de um campo de beisebol em pleno milharal, destruindo-o quase por completo, o que poderia levá-lo à falência total.

Em uma determinada noite após a construção, aparece de repente a figura de alguns lendários jogadores de beisebol do time do Chicago Black Sox que disputaram o World Series de 1919, famosos em seus tempos, mas que já haviam falecido. Eles começam a jogar no campo para delírio de Ray, um exímio fanático por jogos de beisebol, que teve inclusive o seu pai jogando há muitos anos, mas que não apareceu naquele momento. Acontece que a voz continua a persegui-lo com outras palavras e, então, Ray começa outra jornada pela compreensão dos fatos.

Nesta busca, conhece um ativista chamado Terence Mann (James Earl Jones), que o ajuda neste caminho e um exímio médico chamado Doc Graham (Burt Lancaster), que pode ser a chave para a compreensão das vozes. Mas será que será fácil para o amargurado Ray compreender o real significado das vozes? Será que há algo no passado de Ray que esqueceu de ser dito e tudo aquilo pode ter sido preparado pelo destino para ele pudesse se redimir com alguém? Essa resposta iremos ver na emocionante e imperdível final. Um fato difícil de acreditar para alguns, mas que para quem acredita em sonhos, uma verdade bem possível de ser realizada.


Com uma bela atuação de Kevin Costner na melhor fase de sua carreira e com a presença do eterno Burt Lancaster em um de seus últimos filmes, “Campo dos sonhos” é um filme sério e ao mesmo tempo emocionante, que nos traz a tona os nossos sonhos mais difíceis e nos faz pensar o quanto é importante aproveitarmos cada segundo de nossas vidas, sem deixarmos ressentimentos para trás. É uma grande dica do Projeto Autobahn para a galera poder curtir e sonhar.

Curiosidades:

- “Campo dos Sonhos” foi um dos últimos papéis do ator Burt Lancaster, famoso ator pelo seu papel em “A um passo da Eternidade” de 1953.

- O filme recebeu três indicações ao Oscar nas categorias de melhor trilha sonora original, melhor Fotografia e melhor Roteiro Original.

- O lugar onde foi filmado o filme “Campo dos Sonhos” recebe até hoje visita de milhares de curiosos e de vez em quando recebe alguns eventos para promover o turismo em Iowa.


Reynaldo Rivero