filmes
O Trapalhão no Planalto dos Macacos

 

Responda rápido:

O que você fazia na década de 80 quando chegavam as férias de julho e todos os seus amigos viajavam para a praia ou qualquer outro lugar e você ficava em casa?

Pois bem, a solução era apelar para a televisão e nessa época a Rede Globo nos presenteava com os filmes dos trapalhões na sessão da tarde. Eu particularmente não perdia nenhum e dentre eles o que mais marcou pra mim foi ‘O Trapalhão no Planalto dos Macacos’ fazendo alusão ao filme americano ‘Planeta dos Macacos’de 1968. Esse filme é de 1976, dirigido por J.B.Tanko e marca a estréia do trapalhão Mussum no cinema ao lado de Didi e Dedé. Apesar de o site apresentar tudo que rolou na década de 80, não poderiamos deixar de fora essas pérolas, que, aliás, pérolas têm a ver com esse filme.

O quê? Você ainda não assistiu?......então vamos a nossa sinopse.

Conde (Renato Aragão) e Alex (Dedé Santana) estão fazendo suas peripécias na rua dirigindo uma moto com bagageiro quando trombam com o Guarda Azevedo (Mussum) e eles são confundidos com assaltantes de uma joalheria. Sem saber o Guarda Azevedo persegue os dois dentro do Jipe dos próprios assaltantes. Nesse momento vemos outra paródia um tanto ridicularizada do filme clássico ‘Tubarão’ onde o Conde é engolido por um Tubarão de mentira muito tosco. Agora não só o Guarda Azevedo como os assaltantes estão atrás de Conde e Alex, pois as jóias haviam ficado na moto deles.
Na confusão da fuga Conde, Alex, o Guarda Azevedo e também o instrutor Rodrigo (Alan Fontaine) embarcam em um balão que os leva para um planeta habitado somente por macacos, onde os humanos são considerados seres inferiores.

O Conde começa então observar que há pérolas no local e começa a juntá-las, pois no planeta (ou seria planalto) dos macacos, elas não tem valor.

Os quatro são capturados pelo líder dos macacos para que sejam transformados em um deles. O primeiro a se transformar é Alex. Já o Conde mais esperto escapou e ainda pegou os comprimidos antídotos.

Na 1ª fuga nossos atrapalhados amigos adentram uma caverna onde encontram vários objetos que dependem da eletricidade para funcionarem, coisa que não existe por lá, e prometem ao chefe dos macacos que conseguiriam fazê-los funcionar em troca da liberdade.

Rodrigo apronta o balão e eles organizam uma festa para os macacos para apresentarem os objetos em funcionamento colocando uma bomba relógio no trono do chefe dos macacos. Nisso Rodrigo se apaixona por Ula (Vera Capua), uma nativa da região que também foi capturada pelos macacos, mas que não pronuncia uma só palavra.

Durante a festa o plano de fuga está em andamento, porém se esqueceram de Ula, e Alex, já novamente como macaco volta para buscá-la deixando o Conde responsável para amarrar o balão. Mas como nosso amigo é atrapalhado deixa o balão subir e com o comprimido antídoto dentro dele e tudo por causa das pérolas.

Lá vão eles novamente serem capturados, mas a rainha dos macacos manda soltá-los porque está apaixonada por Rodrigo e com isso gera um conflito entre o chefe dos macacos.

Depois de insistentes contatos do Guarda Azevedo com a delegacia através de um estranho telefone dentro de sua mochila, ele consegue que fosse enviado outro balão, porém dessa vez os assaltantes da joalheria estão dentro dele e novas confusões se sucedem.

FICHA

"O Trapalhão no Planalto dos Macacos "
Título original:
O Trapalhão no Planalto dos Macacos, Brasil, 1976

Renato Aragão - (Conde)
Dedé Santana - (Alex)
Mussum - (Guarda Azevedo)
Alan Fontaine - (Rodrigo)
Renato Bastos
Vera Capua
Milton Carneiro
Indio Colombiano
Ferreira Duarte
Edson Farias
Carlos Kurt
Fátima Leite
Maçaroca
Rosina Malbouisson
Baiaco
Kim Negro
Raimundo Nonato
Olívia Pineschi
Salvador Renegado
Youssef Salim


Direção: J.B. Tanko
Roteiro: J.B. Tanko
Produção: J.B.Tanko Filmes e Embrafilme
Música: Conjuto Gota D'Água
Fotografia: Antônio Gonçalves
Desenho de Produção:
Régis Monteiro
Figurino: Selma Paiva
Edição:
Manuel Oliveira


Gênero
: Comédia

Cenas hilárias:

O Conde ao chegar ao planeta dos macacos avista pérolas negras dizendo serem valiosas, mas que na verdade eram cabritos que estavam por ali.

O Conde deixa o 1º balão escapar e quando todos voltam para fugir do planalto dos macacos, perguntam a ele onde estava o balão, e o Conde responde repetidamente com ar sarcástico‘ Cadê balão? ... Cadê balão?

O Rock dos macacos que rola no começo do filme e na festa dos macacos.é
deliciosamente tosco, mas na época não ligavamos para isso, só queriamos uma boa diversão e isso eles faziam bem.

Nota - O saudoso Zacharias só começaria a integrar os trapalhões no cinema a partir do filme de 1978 - 'Os trapalhões na Guerra dos Planetas'

Dica:

O pissite, o da poltrona...se você é um fã incondicional dos filmes dos trapalhões, a Europa Filmes lançou toda a obra desses malucos que tanto nos divertiram na década de 70,80 e 90 com preço bem accessível, e que vão desde ‘Na onda do Yê-Yê-Yê’ de 1966 até ‘O Trapalhão e a Luz Azul’ de 1999. Segue abaixo a lista dos 39 filmes lançados em DVD.   

Na Onda do Iê-Iê-Iê (1966)
Adorável Trapalhão (1967)
Dois na Lona (1968)
Bonga, O Vagabundo (1971)
Ali Babá e os Quarenta Ladrões (1972)
Aladim e a Lâmpada Maravilhosa (1973)
Robin Hood, O Trapalhão da Floresta (1974)
Os Trapalhão na Ilha do Tesouro (1975)
Simbad, O Marujo Trapalhão (1976)
O Trapalhão no Planalto dos Macacos (1976)
O Trapalhão nas Minas do Rei Salomão (1977)
Os Trapalhões na Guerra dos Planetas (1978)
O Cinderelo Trapalhão (1979)
O Rei e os Trapalhões (1979)
O Incrível Monstro Trapalhão (1980)
Os Três Mosquiteiros Trapalhões (1980)
O Mundo Mágico dos Trapalhões (1981)
Os Saltimbancos Trapalhões (1981)
Os Vagabundos Trapalhões (1982)
Os Trapalhões na Serra Pelada (1982)
O Cangaceiro Trapalhão (1983)
O Trapalhão na Arca de Noé (1983)
Os Trapalhões e o Mágico de Oróz (1984)
A Filha dos Trapalhões (1984)
Os Trapalhões no Reino da Fantasia (1985)
Os Trapalhões e o Rei do Futebol (1986)
Os Trapalhões no Rabo do Cometa (1986)
Os Trapalhões no Auto da Compadecida (1987)
Os Fantasmas Trapalhões (1987)
Os Heróis Trapalhões - Uma Aventura na Selva (1988)
O Casamento dos Trapalhões (1988)
Os Trapalhões na Terra dos Monstros (1989)
A Princesa Xuxa e os Trapalhões (1989)
Xuxa e Os Trapalhões em O Mistério de Robin Hood (1990)
Uma Escola Atrapalhada (1990)
Os Trapalhões E A Árvore da Juventude (1991)
O Noviço Rebelde (1997)
Simão o Fantasma Trapalhão (1998)
O Trapalhão e a Luz Azul (1999)


Reinaldo Varani

voltar

Favoritos Página Inicial - Recomendar - Cadastre-se para receber a newsletter e participar de sorteios
© Este site 1997-2008 by Projeto Autobahn
Desde 1993, o ponto de encontro dos fãs dos anos 80