HALL OF MIRRORS

Os Melhores Video-Clipes dos anos 80

Depeche Mode- Just Can't Get Enough

Lançado em 1981, o vídeo de Just Can't Get Enough foi o único que contou com a participação de Vince Clarke, que depois do Speak and Spell deixou a banda entrando Alan Wilder em seu lugar. A música também foi escrita por Vince, assim como Photografic, e chegou ao 8º lugar nas paradas inglesas. Todas as demais faixas do álbum foram escritas por Martin Gore.

Fez parte da compilação Some Great Videos, que conta com outros oito video clipes da banda: Everything Counts, Love in Itself, People Are People, Master and Servant, Blasphemous Rumours, Somebody, Shake the Disease e It's Called a Heart, além da versão ao vivo de Photographic de bônus. Com exceção de Shake the Disease e It's Called a Heart, que tiveram a direção de Peter Care, todos os clipes do Some Great Videos foram digiridos por Clive Richardson, também responsável pela direção de Change do Tears For Fears e por clipes de Siouxsie and the Banshees, Big Country, Blancmange, Adam and the Ants, entre outros.

O clipe é na sua grande parte uma apresentação da banda: David Gahan no vocal e Martin Gore, Andrew Fletcher e Vince Clarke arrasando com seus teclados e sintetizadores. Completamente New Romantic, ou melhor, Futurista, como definido por David Gahan em entrevista da época.

Falando em entrevistas, comentando sobre sua saída, Vince desmente todos os boatos existentes sobre o fato, afirmando que o Depeche Mode começou a ficar muito dark para seu gosto. Não houve desentendimentos, somente uma diferença de gosto na criação musical. Ainda falando da sua saída, teceu elogios a Martin L. Gore: "Martin já era um grande compositor. Sempre foi. E eu acho que a minha saída da banda deu espaço a sua consolidação como o compositor da banda. Quer dizer, Martin poderia ter composto sempre, não começou a escrever somente por que eu saí.."

Além da apresentação da banda, com a participação especial de quatro garotas, o que dá a idéia de que realmente os meninos não conseguem ficar satisfeitos nunca, querendo estar com elas a todo momento, temos cenas externas, como a da escada em que as meninas aparecem tocando trombone numa escadaria, com os garotos na frente delas, e cenas filmadas em um barzinho em que todos aparecem se divertindo muito.

Embora não seja um clipe elaborado, é de extrema importância para a banda, tanto por ser o único com a participação de Vince Clark, como comentado anteriormente, como por ser o primeiro clipe do Depeche Mode.


Cris Maggio

Edições Anteriores


voltar