Lembranšas
A História do Halloween

Halloween ANOS 80!!!! A festa mais esperada do ano em SP. Essa é a noite em que a galera incorpora o espírito de “Dia das Bruxas”, capricha nas fantasias e no bom humor, tudo isso ao melhor som dos anos 80. No dia 02/11 acontece a 21ª edição da festa de Halloween do Autobahn!

Pois bem, essa tradição do Halloween começou a ser comemorada aqui no Brasil há alguns anos atrás, e foram as escolas de idiomas as responsáveis por disseminar essa tradição fortíssima nos EUA e em vários países de língua inglesa em nosso país.

Então vamos saber um pouquinho sobre essa tradição que, como todas as lendas, não se sabe ao certo onde ou quando se originou, pois não há nenhum registro que fale especificamente sua origem, porém as versões de historiadores e religiosos se fundiram ao longo dos anos e a história ficou mais ou menos assim:

O Halloween é um evento cultural que ocorre principalmente nos países anglo-saxônicos, Irlanda, Estados Unidos, Reino Unido, Canadá entre outros e é comemorado no dia 31 de outubro. Acredita-se que o nome seja uma versão encurtada de "All Hallows' Eve", que quer dizer ”Véspera do Dia de Todos os Santos", (All Hallows em inglês medieval e no escocês, é o termo que se tornou hoje em dia All Saints) pois o dia 31 é exatamente a véspera do Dia de Todos os Santos, comemorado pelos católicos em todo o mundo. Há vertentes que acham que essa comemoração foi criada pelos católicos devida à forte influência da comemoração Celta neste dia, o Samhain, adaptada ao Halloween para perder o sentido pagão dessa festa. Outras vertentes defendem que o Halloween foi uma festa criada exclusivamente pelos católicos sem influência da festa pagã Celta, indicando a origem da contração das palavras "Hallowed Evening" (noite sagrada), que em escocês escrevia-se "Hallowed Eve´en". De uma forma ou de outra, os estudiosos concordam, a festa se propagou com o cristianismo no países de língua inglesa.

Os que defendem a primeira tese, acreditam que essa tradição foi originada pelo povo Celta que comemorava nesta data oficialmente o fim do verão e inicio do inverno. Nessa festa grandiosa eles comemoravam e agradeciam pela colheita e também homenageavam os mortos. Essa festa chamava-se Samhain ou Festa do Sol.

Uma das lendas de origem celta é a de que os espíritos de todos que morreram ao longo daquele ano voltariam à procura de corpos vivos para possuir e usar pelo próximo ano. Os celtas acreditavam ser a única chance de vida após a morte.

Como os vivos não queriam ser possuídos, na noite do dia 31 de outubro, apagavam as tochas e fogueiras de suas casas, para que elas se tornassem frias e desagradáveis, colocavam fantasias e ruidosamente desfilavam em torno do bairro, sendo tão assustadores quanto possível, a fim de afugentar os que procuravam corpos para possuir.

Outra lenda era que para os Celtas, o lugar dos mortos era um lugar de felicidade perfeita, onde não havia fome nem dor. As festas eram presididas pelos sacerdotes druidas, que atuavam como "médiuns" e traziam mensagens para as pessoas dos seus antepassados. Dizia-se também que os espíritos dos mortos voltavam nessa data para visitar seus antigos lares e guiar os seus familiares rumo ao outro mundo.

Ninguém sabe ao certo quando a festa foi associada ao terror e as bruxas, mas alguns historiadores dizem que nesse dia havia uma celebração que reunia os magos, bruxas e feiticeiros e era chefiada pelo próprio Diabo. Nesse dia eles faziam suas poções mágicas e amaldiçoavam todos seus perseguidores e voavam em suas vassouras transformando seus inimigos em animais e objetos. Os morcegos perseguiam as vítimas até que ficassem presas em teias enormes tecidas por aranhas gigantes.

Outra hipótese é que como a festa celebra os mortos, muitos antigos relacionavam a morte com inferno e sofrimento, portanto, o melhor cenário para o Halloween é esse mundo macabro e sombrio que os antigos acreditavam.

No ano de 840 o Papa Gregório IV decretou que no dia 01 de novembro fosse celebrado mundialmente o “Dia de Todos os Santos” e dia 02 de novembro o “Dia dos Finados”, acredita-se que foi a partir daí que as festas se fundiram e se espalharam por vários países de crenças diferentes.

Hoje o Halloween é comemorado em vários países, mais como diversão do que como tradição, em cada país a festa acaba adquirindo características típicas da região e é isso que o torna tão alegre e divertido.

Bom, providenciem suas fantasias, caprichem na maquiagem que dia 02 de novembro nos encontraremos na maior festa de Halloween de São Paulo.

Até a próxima

 

Ivana Fevereiro