Lembranšas
Balas dos anos 80 - Parte II


Hoje vamos falar de mais algumas balas e drops que adoçaram a vida de muita gente nos anos 80, alguns deles ainda permanecem firmes e fortes até os dias atuais, mas infelizmente alguns já não são mais fabricados.

Drops Dulcora – O diferencial deste drops estava primeiro em seu formato quadrado visto que a grande maioria dos drops da época eram ovais. Eles vinham embalados um a um em um papel celofane, então não tinha aquela coisa chata de virem todos grudados. Podia se escolher entre a embalagem que vinham os sabores de limão, hortelã, tangerina, anis, misto, abacaxi ou escolher a embalagem que trazia todos os drops com um único sabor.

Balas Juquinha - As balas Juquinha começaram a ser feitas na década de 1960 de forma artesanal, em uma cozinha caseira, embrulhadas uma a uma por senhoras a bala era uma verdadeira delicia, eram balas mastigáveis muito saborosas e que caíram logo no gosto das crianças, o sucesso foi tão grande que logo começou a ser produzida em grande escala, com a carinha de um garoto loiro sorridente estampado em sua embalagem não tinha quem não adorasse esta bala. Naquela época podemos ate dizer que a bala fez parte da historia econômica do país, em tempos de inflação alta e a escassez de moedas, as balas serviam de troco em todos os estabelecimentos comerciais. Para nossa tristeza a fabrica da bala foi fechada em 2015 e a sua formula secreta foi vendida a um empresário do Rio de janeiro que não é do setor alimentício. E a propaganda dizia "Quer me enganar? Me dá bala juquinha".

Balas de Leite Kids – “Roda, roda, roda baleiro, atenção! Quando o baleiro parar põe a mão. Pegue a bala mais gostosa do planeta, Não deixe que a sorte se intrometa. Bala de leite Kids, A melhor bala que há. Bala de leite Kids Quando o baleiro parar…” quem não se lembra deste famoso Jingle de Renato Teixeira, Sérgio Mineiro e Sérgio Campanelli, este jingle grudava nas nossas cabeças igualzinho as balas grudavam em nossos dentes (risos) esta bala era a alegria dos dentistas da época, pois, lembro muito bem quantas e quantas obturações eu descolei dos dentes ao mastigar estas balas (risos) ela era tão grudenta que quando colava entre os dentes dava ate pra se ouvir um barulhinho, uma espécie de “Tac” na hora de desgrudar.

Até os dias atuais ainda podemos encontrar as balas de leite Kids em alguns armazéns especializados em doces, agora repaginada com uma embalagem azul e transparente bem diferente da época que era apenas transparente, o formato da bala também mudou, antes era meio arredondado e agora esta retangular.

A Kids lançou outras duas versões de suas famosas balas que eram: as balas Kids de Hortelã e Amendoim, mas eu lembro que estas balas não eram tão apreciadas por crianças, ela caiu mesmo no gosto dos adultos, venhamos e convenhamos qual criança prefere hortelã ao invés de algo doce como a bala de leite ou alguma outra bala de sabor Tutti frutti.

Pastilhas de hortelã Garoto
A pastilha de hortelã extra forte Garoto surgiu em 1934 após os donos da fábrica comprarem uma máquina de prensa para chocolates, daí surgiu a ideia de fazer uma pasta com base de açúcar, gelatina e mentol que logo se tornou um dos produtos de maior sucesso da marca.
Mais consumido pelos jovens a adultos por se tratar de um sabor ardido e refrescante, estas pastilhas até os dias atuais ainda são bastante consumidas.

 

Bala de Coca-cola Gota de Cola
As balas de coca-cola eram sensacionais, tinha um gosto que lembrava bastante o refrigerante e uma textura bem áspera que ao entrar em contato com a língua dava a impressão de que a bala tinha o mesmo gás do refrigerante, mas esta aspereza também tinha seus contras pois, ela cortava a língua e o céu da boca (risos).

Balas Dimbinho - Enquanto a Juquinha exibia um garoto loiro estampado em suas embalagens a Dimbinho vinha com a cara de um indiozinho, ambas com sabores frutíferos e mastigáveis elas junto com a 7 Belo, e seu inesquecível aroma característico, e o delicioso abor de framboesa faziam a alegria da criançada nas festas infantis.

Muitas balas deliciosas fizeram nossa alegria nos anos 80 80 e pra falar de todas de uma só vez ficaria um texto enorme, então hoje paramos por aqui e mais pra frente continuo falando um pouco sobre cada uma delas.

Nanda Ramona