Lembranšas
Na casa da Minha Avó Tinha... - Parte I


Quem viveu nos anos com certeza se lembra de como era delicioso passear na casa da avó, seja passando férias ou até mesmo apenas uma tarde.

Primeiro pelas guloseimas que sempre nos esperavam, e segundo que tínhamos a liberdade de aprontar um pouco mais, pois geralmente as avós costumavam acobertar e defender os netos das broncas dos pais.

Aqui no texto serão citados alguns itens que com certeza estiveram presentes nas casas das avós e que muitos irão lembrar com muita saudades dos tempos de ouro que eram os anos 80.

BAÚ DE MADEIRA – hoje considerados relíquias, eram enormes e bem pesados, e neles continham todo tipo de coisa guardadas, de documentos até materiais escolares.

CRISTALEIRAS – eram bem estilosas, e lá eram guardados os talheres, taças de vidro, conjunto de jantares e a recomendação era sempre brincar longe delas.


FILTRO DE BARRO – após passar horas correndo e brincando, era muito refrescante irmos na cozinha e beber água do filtro de barro, em alguns deles, a água realmente tinha gosto de terra.


SAMAMBAIAS – o charme da casa das nossas avós eram ter aquelas enormes samambaias, todas sempre muito bem cuidadas e verdinhas.


GALINHO DO TEMPO – sempre ficavam na sala, e variavam a cor de acordo com a temperatura.

CADEIRA DE BALANÇO – geralmente ficavam nas varandas e quando juntavam os primos, todos faziam filas para brincar na cadeira, praticamente um parque de diversões.


MÁQUINA DE COSTURA – sempre que precisávamos fazer barra da calça ou qualquer reparo ou ajuste nas roupas, era na casa da vovó que nossos problemas eram resolvidos, elas costuravam como ninguém.

ÁLBUNS DE FOTOGRAFIAS – quando você queria ver fotos antigas e de todos os parentes, era só ir na casa da avó pra olhar os inúmeros álbuns de fotografias, e nos anos 80 eram comum utilizar adesivos com frases engraçadas.


APARELHO DE TELEFONE PARA DISCAR – quem nunca ligou errado ao utilizar os aparelhos antigos de discagem? Além do que, a linha analógica era horrível, mas mesmo assim feliz de quem ainda conseguia ter telefone em casa, eram caríssimos.

TV DE TUBO SEM CORES – quase todas tinham um suporte de madeira e o chato era assistir os desenhos sem cores, fora que sempre as vovozinhas colocavam um pedaço de Bombril na antena para a imagem ficar melhor.

CARRINHO DE FEIRA – na casa da vó, era sempre permitido brincar nos carrinhos, já que em nossas casas era proibido.

PANOS DE PRATOS BORDADOS – eram a diversão das avós ficarem bordando os panos de pratos no crochê, uma verdadeira terapia e ótima forma de passar o tempo.

 

Carlos Simões
,