Lembranšas
Propaganda de Carros dos anos 80 - parte I

No setor automotivo, a década de 80 foi marcada pelos lançamentos do Gol,Voyage,Parati, Santana e Quantum pela VW; Del Rey, Chevy 500, Kadett, e Ipanema pela GM; Já nos modelos esportivos destaque para o Passat GTS Pointer, Escort XR3, Monza SR, Uno 1.5R Kadett GS, Gol GTI lançado em 1998.

E quem lembra dessas Propagandas que fizeram tanto sucesso no anos 80:

Chevrolet – Monza: Tinha uma trilha sonora mais marcante da década de 80, dava um tom emocionante do comercial simples e eficiente sem nenhuma trucagem apenas a rampa de um estacionamento e Ângulos selecionados.

Ao terminar a Rampa tinha uma voz que dizia atenção os Proprietários de todos os veículos temos o prazer de anunciar que temos em nosso estacionamento o Monza 88.

Ford – Del Rey: A ideia era vender requinte, conforto e tecnologia,por isso os destaques no cinto retrátil, o close no painel e no relógio digital. Tudo completava por uma trilha dramática:E no final dizia: Ford Del Rey questão de requinte...

Fiat – Uno: O comercial de lançamento do carro no Brasil em 1984, começava com uma fogueira e aparecia um clipe de papel e passava o Uno e dizia: de tempo em tempo o homem produz uma obra de gênio.

Volkswagem – Gol GT 1.8: O minimalismo em forma de comercial
O anúncio poderia ser montado com fotografias apenas. E o conceito era realmente esse: Gol GT 1.8 isso diz tudo.

Volkswagem – Santana 88: Entrava um homem de terno em um estacionamento e aparecia o Santana, o homem ia andando no corredor e o carro vinha seguindo ele no final o carro faz uma curva e abre a porta, o homem olha para seu outro carro e entra no Santana e dizia: Santana 88 não dá pra resistir.

Chevrolet – Opala 1982: Começava com o slogan: a segurança do melhor negócio. E aparecia um senhor sentado em uma sala fazendo uma placa que dizia 1969 Opala, e aparecia outra Opala 1971 e mostrava a fábrica e outra placa Caravan 1975 e Comodoro 1975, Diplomata 1980 e a última: Opala 1982, formando uma árvore genealógica com as placas e dizia: Opala 82 porque um grande carro não nasce da noite pro dia ...

André Beserra