Lembranšas
O surf nos anos 80

Vindo da antiga polinésia o surf se popularizou nos EUA principalmente na Califórnia, tendo a natureza como filosofia de vida, os surfistas assim como são chamados os praticantes deste esporte, desde sempre já tinham um jeito de se vestir todo único, os cabelos parafinados pelo contato da parafina com o sol, os bermudões estampados com flores e motivos havaianos, chinelos no pé e a prancha de surf embaixo do braço e quando estão fora do mar usam o mesmo tipo de roupa com a diferença de trocar os chinelos por algum tênis no estilo dos tênis de skate, aqueles com o solado bem reto.

Aqui no Brasil podemos destacar vários nomes que fizeram parte da cena do surf como: Carlos Burle, Picuruta Salazar, Ricardo Bocão, Teco Padaratz, Renato Phebo, Ricardo Toledo, Eraldo Gueiros, Jojó de Olivença, Taiu entre outros.

Dos gringos também podemos citar vários nomes, Christian Fletcher, Derek Ho, Gary Elkerton, Glen Winton, Mark Occhiluppo, Martin Potter, Matt Archbold, Richie Collins, Tom Carrol, Burton Lynch, Garry Lopez, Laird Hamilton e Robbie Page, estes três últimos que citei, chegaram ate a participar de um filme que passava sempre na Sessão da Tarde que era chamado aqui no Brasil como Surf no Havaí e lá fora como North Shore.

A trilha sonora do mundo do surf é algo que sempre me agradou muito, sou muito fã de diversas bandas australianas que fizeram a cabeça da galera nos campeonatos de surf e em seus walkmans, vou citar algumas destas bandas: Midnight oil, Hoodoo Gurus, Australian Crawl, Gangagajang, Oingo Boingo, Spy VS Spy, Devo, Toy Dolls, The Police, PIL, Psychedelic Furs, Wall of Voodoo etc.. Não somente de Rock, Punk e New Wave viviam os surfistas, rolava também muito Reggae talvez pela filosofia muito paz e amor que Bob Marley cantava.

No campeonato de surf mais importante e tradicional do Brasil o Hang Loose aconteceu no ano de 1986 desde então começou a brotar ainda mais marcas de surf aqui no Brasil, Fico, OP, OI, OA (que são variações dos principais oceanos do mundo rsrsrs), Town &Country, Quicksilver, Lightning Bolt, Hands off, Free ride e 775, lembro que tinha uma loja especializada em surf dentro do Shopping Eldorado (Zona oeste de São Paulo) que se chamava Fruto verde, esta era uma das mais famosas da época, leashs, pranchas, parafinas, roupas de borracha, óculos com lentes especiais que tapavam as laterais dos óculos, isso tudo muito colorido influenciado pelo New Wave, roupas em geral que os surfistas e suas simpatizantes as meninas usavam naquela época, digo simpatizantes, pois o surf feminino não tinha tanta força como tem nos dias atuais, depois de algum tempo com a popularização do bodyboard ai as meninas começaram a se divertir.

Hoje virou um esporte hiper conhecido aqui no Brasil graças aos grandes surfistas citados acima e a nomes como Gabriel Medina, Felipe Toledo e Adriano de Souza o Mineirinho que fazem parte da nova geração deste esporte tão fascinante.

Nanda Ramona