Notorious
B52's - Whammy!

Parte de trás do Disco

Lado A de "The B-52's - Whammy! "

Whammy, disco que melhor representa a fabulosa era New Wave, é o quarto álbum do B-52's, banda formada em 1976 em Athens, Georgia, por Kate Pierson (vocais), Cindy Wilson (vocais), Fred Schneider (vocais), Ricky Wilson (guitarra) e Keith Strickland (bateria). Lançado em 1983, nos traz excelentes canções, dentre elas a clááááássica "Legal Tender", mega-hit que estourou nas pistas e rádios, com um vídeoclipe super engraçado que se tornou uma febre na MTV.

O disco veio com uma nova reformulação, exagerando nos sintetizadores e baterias eletrônicas, para amenizar o fracasso comercial do álbum anterior "Mesopotâmia", produzido pelo 'talking-head' David Byrne, abordando temas mais sérios deixando de lado a veia humorística da banda, que ficou caracterizada no meio musical por sua alegria em danças 'à la anos 60' e seu visual extravagante, abusando do colorido nas roupas e penteados super criativos.

O sucesso estrondoso do disco fez com que o B-52's embarcassem em grandiosas turnês pelo mundo, inclusive passando por aqui em sua inesquecível apresentação no Rock In Rio de 1985.

FICHA

"The B-52's - Whammy! "
Data de Lançamento:
1983
10 faixas, 35 minutos, aprox.

Faixa a Faixa:
01 Legal Tender - 3:40
02 Whammy Kiss - 5:20
03 Song For a Future Generation - 4:00
04 Butterbean - 4:14
05 Trism - 3:23
06 Queen of Las Vegas - 4:40
07 Moon 83 - 3:58
08 Big Bird - 4:14
09 Work That Shirt - 3:48

Produzido por: Steven Stanley
Masterização: Ted Jensen
Engenheiro de Som: Benjamin Armbrister, Dennis Halliburton
Gravadora: Warner Bros Records


Lado B de "The B-52's - Whammy! "

Em seu lançamento original, o álbum conta com a faixa "Don't Worry", cover feito de uma música de Yoko Ono, que brigou pelos direitos autorais e diante de tanta polêmica, a gravadora substituiu a faixa pela música "Moon 83" quando foi feito o lançamento em CD. Portanto quem possui o LP ou a fita K-7 saiba que tem em mãos um item raríssimo procurado por colecionadores e fãs no mundo inteiro.

 

 

Carlos Simôes