Notorious

Clan Of Xymox

Formada na Holanda em 1981, a banda inicialmente contava com Ronny Moorings (guitarra e vocal), AnkeWolbert (baixo e vocal) e Pieter Nooten (teclados e sintetizadores).

Essa formação lançou alguns álbuns considerados marcantes para a subcultura gótica, assim chamada nos anos 80. A banda despontou no cenário alternativa, quando foi convidada por Brendan Perry e Lisa Gerrard de Dead Can Dance, para abrirem os shows da banda na turnê pelo no Reino Unido! Logo depois assinaram contrato com a gravadora 4AD Records, gravadora do Dead Can Dance. O Clan of Xymox, foi uma das bandas que melhor uniu o gothic-rock ao technopop Kraftwerkiano.

FICHA

"Clan Of Xymox ‎– Clan Of Xymox"
Data de Lançamento:
1985
Faixas: 8 faixas
Duração: 41 minutos aprox.

Faixa a Faixa:
Lado A
01. A Day - 6:40
02. No Words - 4:27
03. Stumble And Fall - 5:05
04. Cry In The Wind - 5:17

Lado B
01. Stranger - 7:41
02. Equal Ways - 5:44
03. 7th Time - 4:38
04. No Human Can Drown - 3:23

Arte [Dolls Detail From Teatro Contradino] – Terry Dowling
Engenheiro [Mixagem] – John Fryer
Engenheiro [Gravação] – Jon Turner, Keith Mitchell
Produção – Xymox, Ivo

Gravadora: 4AD

Mojca Zugna, esposa de Ronny entra para a banda um tempo depois, em tempos de indefinições,os dois passaram a ser os únicos membros fixos de constantes formações que viriam a seguir.

O primeiro álbum, lançado em 1985 apenas com o título “Clan Of Xymox”, apresenta faixas introspectivas e o clima ultrarromântico, que seria a marca registrada da banda. Os sintetizadores tomam conta do álbum para gerar texturas densas e complexas, com maestria, colocando o Clan num patamar acima de várias bandas do seu tempo, por saber utilizar os sintetizadores para criar um clima diferente com timbres que as bandas jamais poderiam alcançar com o básico, guitarra, baixo e bateria, isso colocava o Xymox no mesmo patamar de bandas seminais como Trisomie 21, Pink Industry e Anne Clark, que sabiam como criar timbres e musicalidade exclusiva, graças à forte influência do Kraftwerk e seus filhos diretos, Gary Numan, New Order, Soft Cell e OMD (Orchestral Manouevres in the Dark - Manobras Orquestrais no Escuro, um dos nomes de banda mais criativos e interessantes dos anos 80), bandas e artistas que estão no hall de maiores influências da banda holandesa!

Contém hits que todo gótico que se preze já ouviu nas pistas, ou mesmo pirando em casa, talvez trancado no quarto ouvindo bem alto, como "Stranger" e "A Day", entre outras faixas marcantes, como a emocionante "Cry in the Wind", "No Words", "7th Time" (na voz de Anke) e "EqualWays" (na voz de Pieter). Os sintetizadores em Stranger e A Day tem uma sonoridade incrivelmente synthpop, com vocais e texturas mais góticas! No Words tem sintetizadores mais românticos e próximos ao OMD, banda pioneira do synthpop em Liverpool, ícone da música alternativa inglesa no começo dos anos 80. Há também fortes influências do Cure (fase 82-83), The The e de John Foxx (ex-vocalista do Ultravox no começo da banda), que conseguiu no final dos 70 e começo dos 80 misturar texturas synthpop e climas sombrios como em Underpass, entre outros grandes hits do músico britânico. Como a 4AD, apesar de ser uma gravadora independente, não apostava muito no sintetizadores/EBM, as demos tapes dessa época são mais bem elaboradas do que o próprio álbum, nas demo tapes antes de assinarem com a 4AD a sonoridade é mais synthpop ainda, a gravadora cortou alguns sintetizadores que foram substituídos por instrumentos acústicos nesse primeiro álbum, o que mudou um pouco a característica da banda que provavelmente evoluíria para a linha do Neon Judgment, Front 242, Split Second de seu país vizinho, a 4AD jogou um papel grande em segurar o decolar futurista da banda, que só pode ser definitivamente implementado quando saíram da 4AD e assim puderam fazer um synthpop mais próximo do Depeche Mode e New Order em 88, mudando o nome para apenas Xymox, mas isso é uma outra história que abordaremos na sequência dos álbuns do (Clan of) Xymox...

Uma banda que, em sua trajetória, representa muito bem o que a Darkwave e a música alternativa foram nos 80 e representam atualmente. Pioneiros da chamada darkwave eletrônica, começaram na fase áurea do gótico (80's) e mantiveram-se na ativa durante todos os anos 90 e 00, seguindo até os dias de hoje e influenciando grupos no mundo todo.

Lady Charisthy e Marcos Vicente