Notorious
The Communards - Red

 

FICHA

The Communards - Red
Data de Lançamento:
1987
Número de Faixas: 10
Estilo: Synthpop
Tempo Aproximado: 45 minutos

Lado A
01. Tomorrow – 4:50
02. T.M.T. ♥.T.B.M.G. – 4:36
03. Matter Of Opinion - 4:26
04. Victims - 4:30
05. For A Friend - 5:00

Lado B
01. Never Can Say Goodbye - 4:45
02. Lovers And Friends - 4:11
03. Hold On Tight - 4:47
04. If I Could Tell You - 4:13
05. C Minor - 5:06

Produtor – Alvin Clark, Richard Coles, Stephen Hague e Jimmy Somerville

Gravadora: London Records

Red é o segundo álbum lançado por essa dupla inglesa maravilhosa. O disco foi gravado entre os meses de junho e agosto de 1987, e lançado em Outubro do mesmo ano. O disco foi produzido por Stephen Hague e lançado na Inglaterra pela gravadora London Records e nos Estados Unidos pela gravadora MCA.

O álbum começa com a deliciosa Tomorrow, que traz os vocais sensacionais de Jimmy Sommerville e pode ser considerada o cartão de visitas do disco. É simplesmente impossível ouvir e ficar parado. A segunda faixa, There´s More to Love Than Boys Meets Girl, como o título sugere fala de um amor entre dois homens (algo incomum ainda nessa época, pois não se falava disso tão abertamente como nos dias de hoje). Jimmy Sommerville pode ser considerado um precursor neste assunto, pois já havia abordado de outra forma em Smalltown Boy da banda Bronski Beat. Os primeiros versos de There´s More to Love dizem: Eu gostaria de gritar da montanha mais alta / Para dizer ao mundo que eu encontrei o amor e o quê significa para mim / Mas tudo o quê há em volta é violência e leis que me fazem pensar novamente / Talvez um dia eles irão entender. Jimmy com certeza abriu caminho para outra bandas e artistas como Erasure, Pet Shop Boys, entre outros. O álbum segue em alta com a música Matter of Opinion, que é simplesmente um show á parte de Jimmy. É impressionante a facilidade que Jimmy atinge notas altíssimas sem parecer fazer tanta força. E aqui ele prova mais uma vez que é uma das melhores vozes dos anos 80.

A quarta faixa, Victims é mais uma maravilha da dupla pronta para sacudir as pistas. Basta começar as batidas para você se sentir transportado para uma daquelas danceterias de Londres. Nesta faixa Jimmy canta de uma forma mais contida, mostrando toda a versatilidade de sua voz. A balada For a Friend é a quinta música que encerra o lado A do disco de forma esplendorosa. Esta música foi escrita em memória de Mark Ashton, amigo de Jimmy e Richard Coles que morreu em decorrência do vírus HIV. Também foi uma das primeiras músicas a falar deste assunto de forma tão delicada. Com certeza esta música é um dos melhores momentos da carreira de Jimmy. Já a versão que a banda fez para Never Can Say Goodbye foi claramente inspirada na versão da rainha da disco music, Gloria Gaynor. E mais uma vez a voz de Jimmy é a grande força da música e suas batidas são irresistíveis. A música foi um grande hit tanto na Inglaterra quanto nos Estados Unidos, alcançando posições de destaque nas paradas. E Never Can Say Goodbye ainda foi usada recentemente em um episódio do seriado Doctor Who.


Contra-capa vermelha lançada na versão americana do disco

Lovers and Friends, a faixa seguinte é o momento de calmaria do disco que traz a voz de Jimmy, um piano e até um pouco de música clássica com violinos. Para ouvir e refletir sobre a vida. A música Hold On Tight volta a subir um pouco a temperatura, trazendo a voz de Jimmy misturada a belas backing vocals femininas e batidas para acompanhar junto com os pés. A penúltima música,

If I Could Tell You chega quase a ser uma música a capela com a voz de Jimmy praticamente isolada de instrumentos em mais uma grande interpretação. A décima e última faixa deste disco clássico é C Minor. Esta música parece nos levar a um daqueles filmes antigos da década de 40 ou 50, parecendo com uma balada com toques de música jazz. Embora Red tenha dividido as opiniões da crítica, pode-se dizer que Red é uma daqueles discos que se ouve todas as músicas em sequência, sem pular uma faixa sequer, devido a sua genialidade. Uma curiosidade em relação a capa do disco, é que apenas no Estados unidos saiu com a capa em vermelho mesmo enquanto nos outros países saiu com a capa branca trazendo apenas o título do disco em vermelho. Red atingiu a posição de número quatro na UK Albums chart e a posição de número 93 na Billboard 200. O disco ainda conseguiu o certificado de platina na Inglaterra.

Red é mais um disco clássico lançado no ano mágico de 1987 que completará 30 anos em 2017 e que você sempre poderá ouvir os seus grandes sucessos na pista do Autobahn!

Ronaldo Martins Lima