Notorious
Gary Numan - The Pleasure Principle

 


Capa

The pleasure principle é o terceiro álbum de estúdio de Gary Numan lançado em 1979, também foi numero 1 no Reino Unido, mas sendo este em carreira solo, já que os dois anteriores ainda assinava como Tubeway Army. Numan quase que completamente abandonou guitarras no disco.

FICHA

"Gary Numan - The Pleasure Principle"
Data de Lançamento: 1979
Número de Faixas: 10
Estilo: Synth-Pop
Tempo Aproximado: 36 minutos

Faixa-a-Faixa:

01. Airlane 3:18
02. Metal 3:33
03. Complex 3:14
04. Films 4:09
05. M.E. 5:37
06. Tracks 2:52
07. Observer 2:53
08. Conversation 7:38
09. Cars 3:53
10. Engineers 4:00

Capa [Caligrafia] - Sue Wathan
Capa [Direção de Arte] - Malti Kidia
Capa [Illustração] - Tony Escott
Backing Vocals - Garry Robson
Baixo - Paul Gardiner
Bateria, Percussão - Ced Sharpley
Engenheiro de Som, Mixagem - Harvey Webb , Rikki Sylvan
Teclados, Viola - Chris Payne (2)
Masterização - Julian Mills , Melvyn Abrahams
Fotografia - Geoff Howes
Produção - Gary Numan
Vocais, Teclados, Percussão [Synthetizada] - Gary Numan

Gravadora: Beggars Banquet

Esta mudança, combinada com o uso freqüente de percussão sintética, produzindo o som mais puramente eletrônico e robótico de sua carreira. Além do sintetizador Minimoog empregado em seu álbum anterior, Numan fez uso liberal do teclado Polymoog, particularmente o seu distintivo "Vox Humana" predefinido. Outros truques de produção incluem grandes quantidades de flanger, progressiva e reverb, além da medida incomum de incluir viola solo e partes de violino em algumas musicas. Gary Numan também foi influenciado por Kraftwerk.

The Pleasure Principle ainda se mantém firme como um destaque na carreira de Gary Numan, ostentando a sua marca de letras introvertidas. O álbum continua a ser um dos seus melhores trabalhos e um ponto de partida ideal para quem quer conhecer mais sobre um dos percusores do synthpop.


Contra Capa do Vinil
Notáveis faixas incluindo "Airline" uma pérola instrumental, deixa o álbum em uma qualidade perfeita. Destaque também para "Metal" cantado a partir de um desejo andróide de ser um humano, outra que ganha bastante destaque é "Complex" sendo lançado como single fazendo muito sucesso no Reino Unido. Mas foi com Cars que Numan alcançou o topo das paradas em vários paises. No Reino Unido, alcançou o número 1 em 1979, e subiu para número 9 nas paradas da Billboard EUA, em 1980. Este single estreou na American Top 40 em 29 de março de 1980, e passou um total de 17 semanas, no AT40.



Encarte Interno da Versão Vinil

Faixa a Faixa:

1 - Airline
Música instrumental do álbum, perfeita em sua qualidade cibernética.

2 - Metal
Música totalmente inspirada na ficção cientifica onde andróides desejam ser humanos, mas nunca podem ser, é incrivel como o futurismo é a marca de Gary Numan.

3 - Complex
Uma das mais belas canções do álbum, Numan usa vários instrumentos como uma bateria acústica, piano acústico, baixo elétrico, violão e violino em uma combinação perfeita.

4 - Films
A música começa com uma excelente introdução de bateria até a entrada magnifica dos sintetizadores. O que dá para entender na


Capa do Single Complex

letra e que Numan está criticando os filmes ou os críticos, ele está apenas sendo muito exigente sobre como ele quer distrair-se da vida mas o filme não é de qualidade suficiente para fazê-lo. Bom, eu interpretei a letra dessa forma.

5 - M.E
Música onde Gary Numan fala do ultimo robô deixado na terra, Numan mostra que está a frente de sua época, novamente falando de robôs, o andróide pensa que ele é "gente" que ele é mais humano do que a maioria. A genialidade na parte instrumental é magnifica principalmente nos ultimos minutos da música. Canção deprimente, melancólica e sombria onde realmente podemos ver a emoção de Numan.

6 - Tracks
Anos luz de seu tempo, é isso que podemos dizer sobre Gary Numan, nessa faixa a combinação dos instrumentos com a sua voz dá uma atmosfera nostálgica perfeita.

7 - Observer
Música que lembra muito "Cars", ótima batida e um ritmo agrádavel de se ouvir, vale a pena explorar essa faixa que também é um grande destaque do álbum.


Capa do Single de Cars

8 - Conversation
Um Synth de primeirissima qualidade, sintetizadores criativos com batidas perfeitas e claro a voz inconfundivel de Numan.

9 - Cars
A música de maior sucesso do álbum, onde Numan canta quase sem expressão, estilo robótico. Cars é levada por um dos mais impactantes riffs de sintetizador que garantiu a Numan, merecidamente, o primeiro lugar na parada britânica de singles e ficou entro os top 10 dos Estados unidos.

10 - Engineers
Última música do álbum, a letra fala de engenheiros, os que cuidam e podem dar a vida aos robôs. É incrivel a parte instrumental principalmente a bateria que segue em uma única sequência do começo ao fim da música, também sem esquecer as suas precisas linhas de baixo.

Fernando Krafty