Notorious

Simple Minds - Once Upon a Time

Once Upon A Time é o 8°álbum do Simple Minds e foi lançado em 1985, pegando carona com o sucesso de Don’t You (Forget about me), que foi tema do filme O Clube dos Cinco

Este disco foi lançado como sendo o mais admitidamente comercial, pois foi feito especialmente para agradar aos americanos. Os fãs mais antigos não aprovaram muito, mas a crítica o recebeu muito bem, o que lhes rendeu o 1° lugar na Grã-Bretanha e o 10° lugar nos Estados Unidos, onde fez bonito, vendendo mais de 500 mil cópias em 3 meses.

FICHA

"Simple Minds - Once Upon"

Data de Lançamento: 1985
8 faixas, 40 minutos, aprox.

Faixa a Faixa:
01. Once Upon A Time (5:44)
02. All The Things She Said (4:16)
03. Ghost Dancing (4:46)
04. Alive And Kicking (5:24)
05. Oh Jungleland (5:12)
06. I Wish You Where Here (4:42)
07. Sanctify Yourself (5:00)
08. Come A Long Way (5:08)

Produzido por: Bob Clearmountain & Jimmy lovine
Engenheiro de som: Martin White
Masterização: Bob Ludwig
Fotografia: Anton Corbijin
Gravadora: Virgin

O álbum não tem a trilha sonora do Clube dos Cinco, e nenhuma faixa para pista que fizessem os adolescentes europeus se apaixonar, mas segundo Mark Coleman da Rolling Stone, “ no lugar disso tinha o sentimentalismo do vocalista que, sem errar, fez a banda expandir seus limites”.

E apesar de não constar Don’t You, o disco foi muito bem sustentado por seus próprios méritos, e esse era o objetivo da banda. Dele, foram gerados 4 singles de sucesso mundial: Alive and Kicking, Sanctify Yourself, Ghostdancing e All The Things She Said.

Faixa a Faixa

Análise do álbum, por Mark Coleman, da Rolling Stone:

“O toque da guitarra e dos sintetizadores no ínicio da faixa título (Once Upon A Time) passa a segurança de uma banda que sabe estar disparando seu melhor tiro – todos os elementos de sua identidade musical: guitarras docemente aceleradas, teclados cuidadosos, uma sensível e direcionada batida os fazem parecer mais novos e afiados do que nunca.

Anteriormente, as músicas do Simple Minds pareciam mais exageradas em suas linhas, como castelos de areia, sem estrutura. Once Upon A Time tem somente 8 faixas, mas cada uma delas é relativamente sucinta e de pensamentos completos. Onde anteriormente foram fortemente prejudicados em experiências mal sucedidas, o Simple Minds agora aperfeiçoou sua inquietação, ressaltando seus instintos pop melodramáticos, como em Alive And Kicking, Ghostdancing e Oh, Jungleland.

Oh Jungleland é como se fosse o lançamento de um foguete, porém no lugar onde uma banda colocaria um pé no rock, o Simple Minds desviou para os sintetizadores, o que reforçou a ambigüidade de suas letras.

Em Ghostdancing, os prazeres da vida em uma cultura que está desmoronando são evocadas, entre o olhar cuidadoso de Kerr e as nervosas marteladas de Burchill.

A idéia de uma possível presença espiritual aparece repetidamente em I Wish You Were Here, e é uma constante em todo o disco, que tem sutis ares de espiritualidade cristã.

Bom, obviamente algo amplificou o brilho de Jim Kerr: seja Deus, seja um bom casamento (na época, era casado com Chrisse Hynde – Pretenders) ou uma oportunidade de ouro ( como gravar Don’t You). Com um pouco de sorte, Once Upon a Time colocará os dias de banda cult do Simple Minds para trás.” E colocou!!

Formação:

- Jim Kerr – vocals
- Charlie Burchill – guitar
- Michael MacNeil – piano, synthesizer
- Mel Gaynor – drums, vocals
- John Giblin – bass

Paula Agapito