Notorious
Talking Heads - Little Creatures


Contra Capa de "Little Creatures"

Vamos falar do sexto album lançado por esta banda, que tem um toque muito New Wave com suas letras divertidas e super dançantes.

Porém, o Talking Heads não é apenas uma banda new Wave, pois sempre viajou e experimentou várias vertentes musicais, enriquecendo ainda mais as suas criações.
Uma inovação deste álbum, foi que temos David (Byrne – vocal), como diretor de 2 clipes de músicas que também saíram como compactos - "And She Was" e "Road to Nowhere" – e que acabaram sendo incorporados ao Museu de Artes de Nova York. David conta que quase morreu de tanto trabalhar, especialmente no vídeo de "Road to Nowhere".

Vamos ver como foram as songs para este álbum, que tem 3 músicas que foram bem tocadas, e na versão do álbum relançado em 2009, recebeu o adicional de novas versões de "Road To Nowhere", "And She Was" e "Television Man".


Capa do Single "And She Was"

Faixa a Faixa:

1. "And She Was" – 3:36
Este foi um dos maiores sucessos do Talking Heads, e toca na rádio até hoje! Muitos aqui no Brasil passaram a ser fãs da banda por causa dela. A letra fala de uma conhecida do pessoal da banda, que custumava se drogar tomando LSD perto de uma fábrica em Baltimore.

2. "Give Me Back My Name" – 3:20
Curiosidade: outra banda new wave tem uma música com o nome muito parecido.. "Give me back my man"

3. "Creatures of Love" – 4:12
Música mais lenta, que o nome e letra tem tudo a ver com o nome do álbum , que fala das "Criaturas". David Byrne – o líder, cabeça da banda, vocalista, e músico extremamente sensível – gosta de tocar neste tema: criaturas, humanidade.. etc...

4. "The Lady Don't Mind"– 4:03
Eu acho INCRÍVEL como esta música consegue ser mais lenta, um ritmo bem mais suave, e não pode faltar nas nossas pistas. Não sei quem não goste e não conheça este som do Talking Heads.


Capa do Single de "The Lady Don't Mind"
FICHA

"Talking Heads - Little Creatures"
Data de Lançamento:
1985
Número de Faixas: 09
Estilo: New Wave/Pop
Tempo Aproximado: 38 minutos

Faixa-a-Faixa:

01. And She Was 3:37
02. Give Me Back My Name 3:20
03. Creatures Of Love 4:12
04. The Lady Don't Mind 4:03
05. Perfect World 4:26
06. Stay Up Late 3:51
07. Walk It Down 4:42
08. Television Man 6:10
09. Road To Nowhere 4:19


Capa [Pintura] - Rev. Howard Finster
Baixo & Backing Vocais - Tina Weymouth
Design de Capa - M&Co.
Bateria - Chris Frantz
Engenheiro de Som [Assistente] - Melanie West
Guitarras, Vocais - David Byrne
Teclados, Guitarras, Backing Vocais - Jerry Harrison
Masterização - Jack Skinner
Fotografia [Contra Capa] - Neil Selkirk
Produção - Talking Heads
Gravação, Mixagem - Eric E.T. Thorngren
Letras - David Byrne

Gravadora: EMI

5. "Perfect World" (Byrne and Frantz) – 4:26
Esta música contou com a participação do percussionista brasileiro Naná Vasconcelos. Byrne sempre foi um apreciador de música latina, estudou ritmos e músicos brasileiros, e chegou até a fazer uma música em um disco solo, com Herbert Vianna.

6. "Stay Up Late" – 3:51
Música muito marcante do álbum, com várias alterções de voz de Byrne. É uma pena que não ficou tão conhecida...



7. "Walk It Down" – 4:42

Muito clássica, falando em relação os estilo da banda,. Também não teve muito sucesso nas rádios da época.


Capa do Single de "Road To Nowhere"

8. "Television Man" – 6:10
Sem muitos detalhes, é só prestar atenção na letra para ver como a banda resolver satirizar o homem moderno.

9. "Road to Nowhere" – 4:19
Uma das songs mais bonitas e sensíveis do álbum, e me atrevo em dizer, de toda a discografia da Banda. Engraçada ela ter ficado por último no álbum! Alguns diziam que o clipe desta música antecedeu o revolucionário "Sledgehammer" de Peter Gabriel. Assistam, que vc também vai concordar com isso.



Bonus Adicionais na versão de 2009:
10. "Road To Nowhere" (Early Version) (2009 reissue)
11. "And She Was" (Early Version) (2009 reissue)
12. "Television Man" (Extended Mix) (2009 reissue)

Paully