Notorious
A Flock of Seagulls - A Flock of Seagulls


Foto da época

O ano é 1982 o New Romantic já era uma realidade pois bandas como o Ultravox, Human League e Duran Duran (que veio um pouco depois desses dois) já tinham lançados ótimos trabalhos como o disco de estréia do Duran Duran por exemplo.

Capa do Single de "I Ran"

Este é o trabalho de estréia do Flock of Seagulls, mas antes do mesmo ser lançado devemos lembrar que a banda lançou um EP em 1981 onde a música "Telecommunication" virou um hit nas pistas de danças em casas noturnas européias que eram consideradas alternativas, mas graças a esse fato a banda conseguiu ganhar uma legião de fãs no que recompensou o Flock com um contrato com a Jive Records onde eles lançaram o seu primeiro álbum intitulado simplesmente Flock of Seagulls. E claro que Telecommunication não poderia faltar no album.

O album como poderia deixar de comentar tem influencias de Kraftwerk (a grande banda que começou nos anos 70 que fez e faz escola até hoje) e Gary Numan, e com todos esses ingredientes não poderia deixar de ter aquele clima New Romantic e claro em alguns momentos com influencias de New Wave que estava em alta na época também, mas também não poderia faltar aquele clima futurista que cerca boa parte das músicas com sintetizadores no melhor estilo KRAFT e sem contar que no clipe de I Ran que tem uma cara bem robótica e olhos no estilo Blade Runner e sem contar o figurino extremamente elegante relantando o que foi o movimento new romantic, aquela coisa de sentimentos e expressar a emoção nas músicas na forma que elas são cantadas e tocadas, e sem falar sobre o cabelo do líder da banda Mike Score, que era a marca registrada da banda.

O álbum alcanlou o top teen das paradas americanas mas nas paradas inglesas o mesmo não teve tanto sucesso, que viria no álbum seguinte.

Pode se dizer que o album de estréia do Flock fora muito bom pois o mesmo tem ótimas músicas que agita qualquer pista de dança, mas só que musicalmente falando eles não estavam ainda não chegaram ao ápice deles, mas estava bem próximo mas isso é uma outra história ou um outro disco.

Abaixo segue uma breve descrição de algumas faixas que merecem destaque.

FICHA

"A Flock Of Seagulls - A Flock Of Seaguls "
Data de Lançamento:
1982
10 faixas, aproxim. 38 min..

Faixa a Faixa:
01- I Ran (So Far Away)- 05:08
02- Space Age Love Song - 03:46
03- You Can Run - 04:28
04- Don't Ask Me - 02:46
05- Messages - 02:51
06- Telecommunication - 02:31
07- Modern Love Is Automatic - 03:49
08- Standing in the Doorway - 06:04
09- D.N.A - 02:30
10- Manmade - 05:38


Gravadora: Jive Records


Capas do singles de
Space Age Love Song
&
Telecomunication

"I Ran (So Far Away)" não tem muito que falar dessa música um hit absoluto foi o primeiro single do album e pode ser considerado o carro chefe do album a música começa parecendo que você está ouvindo um disco do Kraftwerk, sintetizadores clima futurista como foi falado acima, mostra se que desde a primeira faixa a banda mostra as suas influências, o sucesso dessa musica tb ficou a cargo do videoclipe pois deu um grande impulso porque tocou muito na MTV.

"Space Age Love Song" a lado de I Ran é um dos grandes hits do album que pode ser considerada a cara da banda pois a mesma tem todo aquele conceito da banda tecnologia x amor aquela coisa bem Blade Runner mesmo.

"Don't Ask Me" particularmente essa é um pouco diferente das outras, tem uma influência muito grande de New Wave.

"Telecommunication", foi onde tudo começou, foi a musica que abriu as portas para o Flock como dito acima a mesma estava no primeiro EP da banda e foi um grande sucesso nas casas noturnas europeias.

"Modern Love is Automatic" - pode ser considerada um outro hit do album, com uma cara muito new romantic mas a mesma começa com um tema bem futurista, no melhor estilo KRAFT e o tema dessa música parece muito com os dias de hoje o amor a distância, não importando onde estão e sim o amor que possam vir a viver.

Curiosamente essa música foi lançada somente como single no ano de 1982 e aproveitando o sucesso estrondoso, a gravadora a incluiu no álbum, o que certamente ajudou nas boas vendas.

A letra é uma homenagem ao guitarrista James Honeyman-Scott, que morreu de overdose aos 25 anos de idade.


Roger de Souza