Notorious
Chic - C'est Chic

Encarte de C'est Chic

Vamos falar de uma banda norte-americana que surgiu em meados de 1975 e 1976 e que tem influência direta nos anos 80.

Já descobriu?

Pois então vamos dar a receita:

Pegue um guitarrista versátil e mega produtor e junte com um baixista com acordes
espetaculares, um baterista potente (o trio perfeito) e mais duas divas a frente nos
vocais.

Lado 1 do VInil

Agora acho que ficou fácil, mas para ajudar ainda mais que tal citar uma música que atingiu a primeira colocação no Hot 100 da Bilboard por três vezes no ano de 1978 sendo também primeira colocada na parada R&B Songs e elevou o segundo trabalho dessa banda a ser o álbum mais vendido da história da gravadora Atlantic Records atingindo a marca de seis milhões de cópias.

Além disso eles revolucionaram a era Disco trazendo um novo swing e o mentor da banda produziu artistas na década de 80 reconhecidos mundialmente.

Bom sem mais delongas......Ladies & Gentleman, apresentamos Nile Rodgers na guitara, Bernard Edwards no baixo, Tony Thompson na bateria e os vocais de Norma Jean Wright e Alfa Anderson. Essa era a formação do grupo Chic no ano de 1978, ano este em que foi gravado o álbum C’est Chic, o segundo trabalho da banda.


Lado B do Vinil

O álbum reune 03 faixas que chegaram ao topo das paradas:

Le Freak – A menina dos olhos da gravadora Atlantic. Essa música é até hoje cultuada como um ícone da era disco e como citado acima, além do que já foi
mencionado, permaneceu nas paradas por 07 semanas. A crítica do New York Times definiu a canção como um pop-funk minimalista construído em torno de guitarra e baixo e realmente essa era a proposta da banda, fazer um som mais rítmico com riffs curtos e rápidos de guitarra e uma linha de baixo mais encorpada e diferente de tudo que já foi visto.

I Want Your Love – Outra song consagrada que ficou entre as 10 mais dos Estados Unidos e também agitou muita pista de dança. Com um compasso em quatro notas
acompanhado de metais, sinos, cordas e as vozes sensuais do duo feminino,’I Want
Your Love’ é perfeita e fala sobre o fim de um relacionamento.

Chic Cheer – É a faixa que abre o álbum ao som de aplausos e mais riffs curtos da guitarra de Nile Rodgers. Um convite a dança com as vocalistas repetindo Chic, Chic. Realmente a banda deu o requinte que faltava a era Disco, sendo aclamados como os biscoitos finos da Disco Music.

Come on everybody
Give me a C C
Give me an H H
Give me an I I
Give me a C C

FICHA

"Chic - C'est Chic"
Data de Lançamento:
1978
Faixas: 08 faixas

Faixa a Faixa:
01. Chic Cheer 4:42
02. Le Freak 5:23
03. Savoir Faire 5:01
04. Happy Man 4:17
05. I Want Your Love 6:45
06. At Last I Am Free 7:08
07. Sometimes You Win 4:26
08. (Funny) Bone 3:41

Genero: Disco
Style: Disco Music
Arte de Capa: Bob Defrin 
Engenheiro: Bob Clearmountain 
Masterizado: Dennis King
Fotografia: Joel Brodsky
Produtor: Bernard Edwards & Nile Rodgers

Gravadora: Atlantic

If your friends are chic
Consider yourself unique
Just one favour we ask
We hope it's not too hard a task
If you don't mind, would you please
Get up off of your seat and repeat
Chic,
Chic, Chic

Com essa letra vocês podem até achar que eles eram convencidos, mas eu acho que eles eram fantásticos e ponto final.

O álbum também tem seu lado melancólico com a faixa ‘At Last I’m Free’ e a instrumental jazz-pop de ‘Savoir Faire’ que também é o b-side do single ‘Le Freak’.

Happy man – Nessa faixa as meninas descansam e dão lugar ao vocal de Nile Rodgers.

Sometimes You Win – Olha elas aí de novo falando que a vida é um jogo em que você pode ganhar ou perder, mas você precisa tentar apostar tudo.

A diversão continua fechando o álbum com outra faixa instrumental ao som de risadas ao fundo e apenas uma mensagem ao final que diz ‘Só mais uma coisa, lembre-se que o mundo é um circo e você não é o palhaço’ - Just one more thing, Lembre-se de todo o mundo é um circo remember the whole world's a circus, Você não é o palhaço don't you be the clown’.

Realmente o álbum é um item valioso em sua discoteca básica dos anos 70, mas como falei acima a banda influenciou também os anos 80.

Nile Rodgers produziria na sequência ainda nos anos 70 e durante os anos 80 vários artistas inclusive mudando o seu estilo funk e R&B para o lado pop, destacando alguns artistas e seus maiores sucessos:

Sister Sledge – We Are Family, Lost In Music e He’s the Greatest Dancer
Diana Ross – Upside Dowm e I’m Coming Out
Sheia B. Devotion – Spacer
David BowieLet’s Dance, Modern Love e China Girl
Madonna – Like a Virgin e Material Girl
Duran Duran – The Reflex, The Wild Boys e Notorious
B-52’s – Roam
Grace Jones – I’m Not Perfect
INXS – Original Sin
Thompson Twins – Lay Your Hands on Me e King For a Day entre outros……

Quer mais?

O baterista do Chic, Tony Thompson viria a integrar o grupo Power Station que era formado por John Taylor e Andy Taylor do Duran Duran e Robert Palmer e emplacou os sucessos “Some Like It Hot’ e a regravação de 1972 de T-Rex com ‘Get It On (Bang a Gong)’ e produzidos é claro por Nile Rodgers.

Nota Triste:

Infelizmente o destino se encarregou de tirar a vida de dois integrantes do maravilhoso trio:

O baixista Bernard Edwards faleceu de pneumonia durante a tournê do Chic no Japão em 18 de abril de 1996 e Nile Rodgers deixou uma declaração emocionada ao grande parceiro de tantas produções registrada no DVD Live At Budokan em Tókyo.

O baterista Tony Thompson faleceu de câncer renal em 12 de novembro de 2003, dizimando todas as possibilidades de um retorno aos áureos tempos do Chic.

Valeu e tenham certeza da missão cumprida aqui na Terra.

Reinaldo Varani