Notorious

Erasure - Chorus


Verso do Vinil de "Chorus"

Lado A

Chorus é o 5º trabalho do Erasure, produzido por Martyn Phillips, depois de 02 anos sem lançamento de um álbum novo do dueto e mostra um clima mais lírico, menos extrovertido e mais evangélico do que os trabalhos anteriores. Nem por isso deixa de ser um dos melhores álbuns do Erasure.

Vince Clarke despeja toda sua técnica ao utilizar sintetizadores analógicos e combinações de efeitos elevando assim o seu conceito de ícone da música eletrônica.

Andy Bell está perfeito como sempre nos vocais, mas neste trabalho em especial, ele interpreta as músicas com muito sentimento e é por essa combinação que Chorus é um trabalho ímpar que o Erasure realizou no ano de 1991, ou seja, atravessamos os anos 80 e o dueto conservou neste álbum toda a essência e sonoridade desta década maravilhosa.

O álbum não possui nenhum ponto fraco, todas as faixas são bem elaboradas e leva o ouvinte a altas viagens no estilo do mais puro synthpop. È ouvir para crer, pois então vamos analisar essa obra prima:


Chorus – Faixa título do álbum onde Vince Clarke simplesmente dá um show de sintetizadores, fazendo você ter a sensação de estar escutando a música dentro de um submarino. A canção atingiu a 3ª posição nas paradas britânicas e seus remixes são excelentes. A letra também é bela e fala sobre alimentarmos nossos sonhos e que nossas almas estarão orando no horizonte entre o céu e o mar.

Waiting for the Day
– Essa canção tem um ritmo muito agradável. Um apelo para que o amigo volte após a separação dolorosa onde o orgulho fala mais alto.

Joan – Dentre as músicas do álbum, talvez seja a menos interessante, mas com um bom swing acompanhado das batidas eletrônicas de Vince.

Breath of Life – 8ª posição nas paradas britânicas é um hit mais dançante e um dos destaques deste trabalho, com uma sequência rítmica mais acelerada.

Am I Right? – Uma das canções onde Andy coloca todo o seu sentimento a prova. Belíssima balada com um ótimo vídeo clipe elaborado e que alcançou a 15ª posição nas paradas britânicas. A letra fala que tudo pode ser perfeito, as flores, os rios, a natureza, mas será que tudo não passa de um sonho? Estou certo ou errado?

 
FICHA

  "Erasure - Chorus "
Data de Lançamento:
07 de setembro de 1987.
10 faixas, 47 minutos, aprox.

Faixa a Faixa:
01. Chorus (4:26)
02. Waiting For The Day (3:50)
03. Joan (3:51)
04. Breath Of Life (4:07)
05. Am I Right? (4:18)
06. Love To Hate You (3:56)
07. Turns The Love To Anger (3:56)
08. Siren Song (4:44)
09. Perfect Stranger (4:04)
10. Home (4:14)

Produzido por: Martyn Phillips
Engenheiro de som: JoŽl Theux, Vinod Sodhi
Mixado por: David Bascombe
Gravadora: Mute Records

 


Lado B

Love to Hate You – O ápice do álbum, primeiríssimo lugar no top britânico e uma bela homenagem a era Disco, fazendo alusão ao mega-hit ‘I Will Survive’ da diva Gloria Gaynor. A versão contida no álbum é ao vivo para dar mais ênfase ao ritmo dançante e contagiante da música. Amor e ódio lado a lado onde o desejo de conquistar novos amantes é insaciável. Um desabafo que Andy entoa em alto e bom som. Quem consegue ficar parado ao ritmo alucinante desta música? Hit obrigatório na pista do Autobahn.

Turns The Love to Anger – Linda, maravilhosa. É daquelas faixas que só os fãs de verdade deste duo incrível conhecem. Vince leva você a uma viagem alucinante de teclados e sintetizadores. A música começa com um ritmo mais tímido e vai ganhando uma evolução onde Andy arrebenta nos vocais.

Siren Song – Romantismo e sentimentalismo. Andy interpreta mais uma canção com o coração e alma. Você poderá conferir a performance dessa música no vídeo The Tank, The Swan and The Baloon, onde Siren Song abre o show trazendo Andy dentro de um cisne gigante e envolto em plumas. O Erasure sempre se destacou em seus shows pelas indumentárias mais inusitadas possíveis.

Perfect Stranger - Synthpop de primeira qualidade. Mais uma vez cito o show The Tank, The Swan and The Baloon, onde vemos Andy Bell deitado no palco e Vince Clarke sentado no chão com apenas um teclado da Casio, ambos vestindo um roupão branco,
onde conduzem esta música como se fosse um show acústico. Parecem brincar de fazer música. A genialidade de Vince vai além do imaginável.

Home – Mais uma balada romântica para fechar esse álbum lírico. Perfeito em todos os sentidos, letras, melodia, romantismo que faz de Chorus um álbum cativante e com gostinho de quero mais.

Recomendação:

Além de escutar o álbum veja o vídeo The Tank, The Swan and The Baloon que traz a performance de todas as músicas do álbum Chorus ao vivo. O DVD tem mais de 2 horas de duração, é um show imperdível e traz também os grandes sucessos como: A Little Respect, Sometimes, Stop, Oh L’amour, Blue Savannah entre outros e performances inesquecíveis deste maravilhoso dueto, incluindo covers do grupo ABBA.

Reinaldo Varani