Notorious

Madonna - True Blue


Lado A do Vinil de
" True Blue "

Lado B do Vinil de
" True Blue "

“True Blue” é o terceiro disco lançado pela Madonna e após uma imensa expectativa em relação ao álbum anterior “Like a Virgin”, a cantora não decepcionou ao nos mostrar um lado mais maduro como artista, pois Madonna, além de produzir o álbum, escreveu todas as faixas. Muito inteligente, ela usou e abusou dos sintetizadores nos arranjos das músicas e os então chamados “refrões chicletes”, fórmula que dava muito certo na época, alavancando os discos para os topos das paradas.

Madonna mudou radicalmente o visual nesse trabalho, abandonou os crucifixos e deixou o colorido do new wave de lado. Com os cabelos bem curtos e loiríssima, assumiu uma postura de transição da garota adolescente para uma mulher sensual, decidida e com cabeça erguida para enfrentar as críticas.

O disco ficou em primeiro lugar simultaneamente em 22 países e com isso entrou para o Guiness Book. Também bateu recorde de artista solo ao vender 225 mil cópias no dia de estréia, tornando-se um dos discos de inéditas de uma cantora mais vendidos da história. Hehehe, Madonna é Madonna, fazer o quê?

Madonna dedicou o álbum ao seu então marido Sean Penn, talvez por isso fale tanto sobre amor verdadeiro.

O disco é puramente pop, com as faixas bem variadas, sendo elas:


PAPA DON’T PREACH

Música de sucesso absoluto, 2º single do álbum, vendeu 2.300.000 cópias e alcançou o 1º lugar da Billboard, mas gerou muita polêmica com sua letra, onde uma garota engravida antes do casamento e enfrenta seu pai dizendo que ficará com a criança. Diversos grupos a favor do aborto acusaram Madonna de se ser irresponsável ao encorajar jovens a engravidarem, Madonna alegou ser uma canção simples e jamais imaginou que geraria tamanha polêmica.
No videoclipe, Madonna interpreta uma moça que engravida do namorado e tenta convencer seu pai a aceitar sua decisão de manter a criança. Destaque para as cenas externas, filmadas em New York. O vídeo ganhou o prêmio de “Best Female Video” no VMA americano.


Frente do CD de
" True Blue "

Verso do CD
" True Blue "

OPEN YOUR HEART

Foi o 4º single lançado do álbum, também atingindo o 1º lugar de singles na Billboard, vendendo 1.500.000 de cópias.
O ritmo da música é contagiante e a letra bem inocente, mas o vídeo tem insinuações eróticas, pois se passa num “peep show” para um público bem diversificado e causou polêmica pela cena que Madonna beija a boca de um menino no finalzinho do clipe.
O videoclipe foi produzido por Madonna, a primeira mulher a desempenhar essa função.

WHITE HEAT

Essa música é um tributo ao filme “White Heat”, da Warner Bros, estrelado por James Cagney em 1949, que retrata a história de um líder de uma gangue condenado a 3 anos de prisão e uma agente secreta que passa por sua companheira de cela para descobrir sobre mais um assalto.
Na introdução da música, Madonna utiliza trechos do diálogo onde o gangster descobre que sua companheira é uma policial.
Originalmente, a música iria se chamar “Get Up Stand Tall” e aparece como lado B do single “Open Your Heart”.
Madonna somente cantou essa música na sua turnê “Who’s That Girl” de 1987, vestida de gangster e com imagens de armas no telão.

LIVE TO TELL

Uma das músicas românticas mais lindas da carreira da Madonna, “Live to Tell” foi composta como trilha sonora do filme “Caminhos Violentos”, estrelado pelo seu então marido Sean Penn.
Foi o 1º single do disco e assim como a lenta “Crazy for You”, alcançou imediatamente o 1º lugar de singles da parada Billboard, vendendo 1.590.000 cópias.
O videoclipe é bem simples, mas ao mesmo tempo bem chique, mostrando uma Madonna mais amadurecida, com um penteado anos 60, cantando sentada e sozinha numa sala escura, com mistura de cenas do filme.

 
FICHA

  "Madonna - True Blue"
Data de Lançamento:
30 de junho de 1986.
09 faixas, 40 minutos, aprox.

Faixa a Faixa:
01. Papa Don't Preach - 4:27
02. Open Your Heart - 4:12
03. White Heat - 4:25
04. Live To Tell - 5:45
05. Where's The Party - 4:20
06. True Blue - 4:16
07. La Isla Bonita - 4:01
08. Jimmy Jimmy - 3:54
09. Love Makes The World Go Round - 4:27

Produzido por: Patrick Leonard, Stephen Bray
Fotografia: Herb Ritts
Diretor de arte:
Jeffrey Kent Ayeroff e Jeri McManus
Design: Jeri McManus
Gravadora: Sire Records

 


Verso do Vinil de
" True Blue "

WHERE’S THE PARTY

Curiosamente, essa música foi executada nas rádios do Brasil e de alguns outros países, mas nunca comercializada como single em lugar algum.
Com um ritmo extremamente dançante e com sua “letra-desabafo”, onde diz que após trabalhar exaustivamente de segunda á sexta, somente o que queremos saber é onde será a festa e essa questão eu respondo pra vocês: no Projeto Autobahn!!! Sempre rolando o melhor dos anos 80.
Madonna fez performance dessa música em duas de suas turnês, na “Who’s That Girl” e na “Blond Ambition”, ambas de tirar o fôlego com suas coreografias.

TRUE BLUE

Faixa-título do álbum, foi o 3º single lançado, vendendo 1.800.000 cópias e alcançando o 3º lugar da Billboard.
Foi composta em homenagem aos anos 50, com todo aquele clima de inocência do amor verdadeiro.
Mesmo sendo uma excelente música, é lembrada pela maioria dos fãs como ótimo single e péssimo vídeo (eu não concordo, acho esse clipe até engraçado). Madonna chega num carro com suas amigas, param em uma lanchonete e conversam e fazem alguns passos no cenário todo azul.
Na época do lançamento do single, a MTV fez uma promoção onde os participantes deveriam elaborar um vídeo da música e quem ganhasse levaria um cheque de 15.000 dólares entregues em mãos pela própria musa. Os felizardos foram Angel Gracia e Cliff guest.

LA ISLA BONITA

5º e último single do disco, chegou ao 4º lugar das paradas e vendeu 1.400.000 cópias.
Originalmente o ritmo composto por Patrick Leonard foi oferecido à Michael Jackson para integrar seu álbum “Bad”, mas o cantor recusou por não haver interesse no público latino. Azar o dele, pois Madonna adorou as batidas e logo começou a escrever as letras junto com as de Patrick e com isso a música foi um sucesso em todo o planeta.
Madonna, que não tem nada de boba, queria conquistar os fãs latinos de Glória Estefan, e conseguiu! Declarou que a canção é um tributo para o “lindo e misterioso povo latino”.
Aqui no Brasil, “La Isla Bonita” foi a música da Madonna mais executada das rádios nos anos 80....
O videoclipe gerou uma leve polêmica, pois retrata uma mulher que coloca sua religião à prova, rezando em casa e ao mesmo tempo imaginando se divertindo com um vestido vermelho sensual, explorando o limite entre sexualidade e religião. Um fato que poucos sabem é que o rapaz que aparece no vídeo sentado no capô do carro fumando é ator Benicio Del Toro, quando ainda era desconhecido.

JIMMY JIMMY

Canção inocente cuja letra retrata a paixão platônica de uma adolescente por um rapaz que está longe de amadurecer, que pensa em sair da cidade onde mora e se tornar “o rei de Las Vegas”. A moça dá uns coselhos para o rapaz, que ele deve seguir seus caminhos, que a cidade é pequena demais pra ele etc. Só não conta que é perdidamente apaixonada por ele....

LOVE MAKES THE WORLD GO ROUND

Música que fecha o disco com chave de ouro. Com seu ritmo caribenho, com certeza embalaria pistas de danças do mundo inteiro se fosse lançada como single.
Madonna fez uma performance ao vivo dessa música no famoso show beneficente “Live Aid”, em 1985, antes mesmo de “True Blue” ser lançado e mesmo sendo uma música inédita e desconhecida, levou o público ao delírio.

CURIOSIDADES

- True Blue é o segundo álbum mais vendido de Madonna, somando 22,5 milhões de cópias, ficando 5 semanas em 1º na Billboard;
- "True Blue" é o álbum mais vendido por uma cantora internacional no Brasil, vendendo mais de um milhão de cópias;
- “Live to Tell” foi gravada em único take. A voz que ouvimos é a da fita demo. Acreditem!!!
- A primeira edição dos Estados Unidos de "True Blue" trazia na capa apenas a foto da Madonna sem nada escrito. Nas edições seguintes, talvez para evitar confusões, foi acrescentado à arte original o nome da Madonna em azul e do disco em branco. Em 2001 a série Warner Remasters trouxe os três primeiros discos da Madonna remasterizados e com as artes originais restauradas; isto gerou certa confusão entre os fãs brasileiros, já que desde as primeiras edições "True Blue" sempre teve o nome da Madonna e do disco na capa.

 

Carlos Simões