Notorious
A-ha - Stay On These Roads

Contra Capa

Hoje vamos viajar ao ano de 1988, com o álbum Stay On These Roads do trio noroegues A-ha, que ate então trazia em seu repertorio dois álbuns de grande sucesso de critica e publico, Hunting High and Low (1985) e Scoundrel Days (1986). Stay On These Roads não conseguiu repetir o mesmo sucesso dos álbuns anteriores, a critica não gostou e o publico europeu em 1988 já não se interessava tanto assim pelo synthpop, que reinou no continente no começo dos anos 80.

O álbum também não foi bem sucedido nos Estados Unidos, mas para surpresa dos integrantes da banda e da própria gravadora, no Brasil a historia foi bem diferente. Stay On These Roads bateu recordes de venda, com a musica de trabalho do disco que dava nome ao álbum tocando a exaustão nas principais rádios do Brasil, e permanecendo como a numero um no Top 10 das rádios por semanas seguidas. Canções como You Are The One, TouchyThe Living Daylightse até There’s Never a Forever Thing, viraram hit’s nas rádios. O que e claro rendeu varios shows do grupo pelo Brasil no ano de 1988, e uma apresentacao historica na praca da Apoteose no Rio de Janeiro em 1989, para mais de cem mil pessoas, com transmissão ao vivo pela Rede Globo de Televisão. Stay On These Roads foi produzido por Alan Tarney, que já havia produzido Hunting High and Low em parceria com Tony Mansfield, John Ratcliff e os próprios integrantes do A-ha. Alan também trabalhou na producao de Scoundrel Days em parceria com o A-ha.

Stay on These Roads traz letras complexas, tristes, algumas vezes confusas em formas de poemas, falando de relacionamentos, amores frustrados ou mal resolvidos, palavras de consolo como em There’s Never a Forever Thing, ou ainda uma suposta despedida de alguém em seu leito de morte, como na letra de Out Of Blue Comes Green. Ate mesmo as canções mais pops e supostamente mais descontraídas You Are The One e Touchy, trazem em suas letras frustrações e declarações de amor.

O que podemos dizer com certeza e que a capa de Stay On These Roads com o rosto dos três integrantes do A-ha em um espelho quebrado em tons de azul e uma das mais conhecidas e vistas pelos brasileiros nos anos 80, tornando-se assim histórica. Vamos então viajar pelas 10 canções de Stay On These Roads.


Lado A

Faixa a faixa

Stay on These Roads


Sem sombra de duvidas esta musica e Take on Me são as músicas mais conhecidas e tocadas do trio noruegues pelo mundo. Aqui no Brasil Stay On These Roads perdurou por semanas no Top das rádios e embalou muitos namoros na época. A letra viaja em poemas de esperança; “Continue nestas estradas, nós deveremos nos encontrar, eu sei, Prossiga, meu amor, Você se sente tão fraca, seja forte, Prossiga, prossiga , Nos deveremos nos encontrar, eu sei, eu sei” , diz o refrão cantados por muitos. Em apresentações mais recentes o grupo apresentou uma versão de piano e voz para Stay On These Roads. E claro esta música dá nome ao álbum além de ser a primeira música de trabalho para divulgação.

That Blood That Moves the Body

Esta musica fez relativo sucesso por aqui, e apresenta um dos melhores clips do grupo. Teclados e arranjos aumentam a força da música, que em sua letra pede a volta da pessoa amada; “É o jeito como estamos sentindo esta noite, Como se tudo fosse irreal-tudo bem, Meu amor, venha e volte pra mim, Nosso amor, você sabe que eu vou reagir, Ao sangue que move meu corpo” diz o começo da música. Mais uma vez a letra de Pal Waaktaar se faz em poemas e nos traz percepções diferentes em vários trechos da música.

Touchy!

Uma das canções que mais fez sucesso no Brasil, clip e arranjos descontraídos dão o clima de festa para Touchy! A letra fala de um encontro casual entre duas pessoas supostamente em um restaurante, encontro esse que desperta algo a mais. O refrão da letra diz; “Eu estou tocado, se toque você também, Eu estou tocado, e você sabe o que fazer”. Nada muito profundo, uma exceção neste álbum.


Lado B

This Alone is Love

Aqui caímos numa daquelas canções onde buscar um sentido para a letra é difícil, talvez isso fique um pouco mais fácil ao ouvir a música, com uma interpretação impecável de Morten e arranjos que nos levam a uma viagem de reflexão. A letra é triste e profunda, soando quase como um poema, “E todos nós, Que estamos viajando por alçapões, Nossas almas são uma miríade de guerras, E estou perdendo todas, Isto fará meu último suspiro morrer ao nascer do sol, Fará meu corpo dissolver-se no azul, por você”, esse é um dos trechos de This Alone is Love, música indispensável ao ser falar em A-ha .

Hurry Home

Música que não se destacou nesse álbum, a letra fala de alguém voltando para casa, com muita pressa, o que fica muito evidente na letra de Hurry Home, sempre de forma poética e quase sem sentindo, nos forçando a refletir sobre o seu verdadeiro sentido.

The Living Dayllights

Esta música foi feita para trilha do filme 007 - Marcado para Morte, lançado no ano de l987, o curioso é que para este álbum, The Living Daylights ganhou uma nova roupagem, mais voltada para o synthpop, saíram os solos de guitarra e sax´s da versão single de 87, e entraram teclados marcantes, uma nova interpretação de Morten nos vocais, que pelo menos na minha opinião melhoraram muito a música. The Living Daylights é mais um grande hit da banda.

FICHA

"A-ha - Stay on These Roads "
Data de Lançamento:
1988, 10 faixas
42 minutos, aprox.

Faixa a Faixa:
01. Stay On These Roads (4:44)
02. The Blood That Moves The Body (4:05)
03. Touchy (4:31)
04. This Alone Is Love (5:13)
05. Hurry Home (4:38)
06. The Living Daylights (4:55)
07. There's Never A Forever Thing (2:50)
08. Out Of Blue Comes Green (6:41)
09. You Are The One (3:48)
10. You'll End Up Crying (2:05)

Produzido por: Alan Tarney
Mixado por: John Hudson
Gravadora: Warner Bros Records

There's Never a Forever Thing

Canção que fez sucesso por aqui e até hoje faz parte da programação de rádios como Antena l e Alpha Fm. Uma letra que fala de consolo e ajuda, seja para uma pesssoa amiga ou para o amor da sua vida. “Querida...feche os seus olhos agora, Não chore, está tudo bem, Deite, deixe as luzes acesas, Esta tudo bem, querida, Eu estarei aqui durante a noite, Com você até os primeiro sinais de luz, Diga uma palavra e eu virei esta noite”, diz um trecho desta maravilhosa canção. Destaque também para o clip que mostra moradores de ruas, a espera de ajuda e reflete de forma tocante a letra da música.

Out of Blue Comes Green

Outra música sensacional, a letra é carregada de poesia e tristeza, um desabafo, uma reflexão de alguém parece ter chegado ao fim da sua vida, ou passa por um momento difícil e acredita em dias melhores, mensagem essa que é direcionada aos seus pais. A letra começa dizendo ” Pai, minhas asas foram cortadas, Veja os passos que me fizeram viajar, Agora estou tão solitário”, em outro trecho a letra diz; “Mas não importa, Meus olhos viram...Para melhor, Da tristeza vem a esperança”. A interpretação de Morten mais uma vez trazem uma carga a mais de emoção a esta incrível música.

You Are The One

Outro grande sucesso deste album, que tocou a exaustão nas rádios de todo o Brasil e é garantia de pista cheia em qualquer festa. You are The One segue a mesma linha de Touchy!, descontraída e alegre, pelo menos em seus arranjos. Já a letra desta música relata um amor não correspondido, e começa dizendo; “Você é a única que tem me enganado, Acho que você sabia desde o começo, Eu telefono novamente, mas não há ninguém, Não sei onde, com que você esteve, Mas eu te amo, De qualquer maneira que me queira”, pois é, a letra não reflete necessariamente a desconstração presente no ritmo da música, algo incomum nas musicas do a-ha.

You'll End Up Crying

Fechando o album esta canção, que traz em seu arranjos solos de sax, teclados e violinos, mais uma música triste, e com uma letra que de forma indireta fala sobre o fim de um relacionamento.


Abraço a Todos!

Sandro Moraes